Maca Peruana 120 Caps 500mg

120 Cápsul500 mg

A raiz da maca é bastante nutritiva, possuindo diversas vitaminas, minerais, proteínas (com aminoácidos variados e de ótima absorção), carboidratos de baixo índice glicêmico (e ainda aliados com bastante fibra).

COMPRAR
DESCRIÇÃO

A Maca Peruana (Lepidium meyenii) é uma planta que vem ganhando grande fama e popularidade pelo mundo. De fato, a raiz da maca é bastante nutritiva, possuindo diversas vitaminas, minerais, proteínas (com aminoácidos variados e de ótima absorção), carboidratos de baixo índice glicêmico (e ainda aliados com bastante fibra), lipídios insaturados saudáveis e outros compostos ativos. PROPRIEDADES: Em diversos estudos (inclusive um feito na UFTPR), o tubérculo demonstrou seu caráter antioxidante. Ou seja, ele dificulta a formação de radicais livres, moléculas que dão sua contribuição para diversos problemas, como Alzheimer, doenças cardíacas e até câncer. Tanto é que, em estudo peruano com pessoas de 40 a 75 anos, o consumo da raiz foi associado a um envelhecimento mais saudável. “Para as agências regulatórias do Brasil, a maca é vista como um vegetal fonte de fibras e de nutrientes importantes para o organismo”, conta o nutricionista Waldemar Rinaldi, da rede Natue. Há indícios de que esse combo turbina a nossa vitalidade. Para Carla Carla Gonzales, da Universidade Peruana Cayetano Heredia, isso pode ajudar a justificar o elo entre a raiz e a manutenção do desejo sexual. Referências: Dini A, et al. Food Chem 1994;49:347. Gonzales C, et al. Forsch Komplementmed 2010;17(3):137-43. Gonzales GF, et al. J Endocrinol 2003;176:163-8 Sandoval M, et al. Food Chem 2002;79:207-13. Vecera R, et al. Plant Foods Hum Nutr 2007;62(2):59-63. Zhang Y, et al. J Ethnopharmacol 2006;105(1-2): 274-9

BENEFÍCIOS

- Libido, hormônios sexuais e espermatogênese, - Fitoquímicos presente na raiz possuem características semelhantes aos hormônios sexuais (testosterona, estrogênios e prostaglandinas), auxiliando a regular o ciclo menstrual (redução dos fogachos) e disfunções sexuais. - Vitaminas contidas na raiz também podem auxiliar: a vitamina E participa da produção de hormônios sexuais; o magnésio e a vitamina B1 favorecem a sinapse (transmissão das informações de um neurônio para outro), causando a sensação de prazer; o selênio participa na produção de espermatozoides; e o zinco estimula a síntese de testosterona e modula a ovulação. - Cansaço - Pesquisadores relatam que os fitoquímicos presentes no tubérculo atuam no hipotálamo e nas glândulas suprarrenais, Conferindo-lhes efeitos estimulantes e sendo indicada para combater o cansaço, estresse e depressão. - Como possui carboidratos complexos e vitaminas do complexo B, fornecem energia e disposição ao organismo. - Anemia - Doenças cardiovasculares - As raízes contém ,o ácido linolênico (ômega 3). O ácido linolênico é precursor do ácido eicosapentaenóico (EPA) e do ácido docosahexaenóico (DHA). O EPA relaciona-se com a proteção da saúde cardiovascular (efeito vasodilatador, auxiliando na redução da pressão arterial e ainda regularizando as concentrações de colesterol), e o DHA é considerado fundamental para o desenvolvimento cerebral e condução dos impulsos nervosos. Também está presente na raiz o ácido oleico (ômega 9), que auxilia na redução do colesterol LDL e eleva o HDL colesterol. - Osteoporose - Durante a menopausa, há redução do estrogênio, o que pode ocasionar a osteoporose. Estudos em animais mostraram que o extrato etanólico, presente na maca, impede a perda óssea, ativando os receptores de estrogênio. - Diabetes tipo 2 - A grande quantidade de fibras solúveis reduz a absorção de glicose intestinal e o extrato hidroalcoólico da maca negra inibe a ação de enzimas que atuam no processo de digestão, evitando a liberação de grandes quantidades de insulina o que desencadeia a resistência celular ao hormônio. Imunidade - Os fitosteróis (sitosterol e campesterol) auxiliam no fortalecimento da imunidade. - A arginina atua na divisão celular e a lisina está relacionada à inibição da proliferação viral. - A vitamina C atua na reconstituição dos leucócitos, aumentando a resistência a infecções.

COMO TOMAR

De 2 a 8 cápsulas ao dia.