Saiba como ter uma vida mais saudável com cloreto de magnésio!

Saiba como ter uma vida mais saudável com cloreto de magnésio!

Sabia que o cloreto de magnésio é responsável por mais de 300 funções no nosso corpo? Veja como ter uma vida mais saudável incluindo o mineral no seu dia a dia!

Muito provavelmente você nunca parou para pensar que grande parte do seu organismo depende de um só mineral: o cloreto de magnésio. Mas imagine que, sem ele, as transmissões nervosas não seriam realizadas nem os fluidos permaneceriam nos vasos sanguíneos. Se olhar um pouco mais a fundo, sem o cloreto de magnésio não seria possível, sequer, mover os músculos.

A questão é que várias situações fazem com que o corpo perca cloreto de magnésio mais rapidamente do que consegue repor através de uma dieta normal.

Por aí, então, já dá para ter uma ideia dos problemas que essa deficiência pode causar. Veja como utilizar esse mineral a seu favor e ter uma vida mais saudável!

Cloreto de magnésio ativa mais de 300 funções enzimáticas

O cloreto de magnésio é um sal inorgânico que pode ser encontrado em abundância dissolvido na água do mar. No organismo, tanto de nós, humanos, quanto no dos animais, a substância é responsável por mais de 300 funções enzimáticas, muitas delas vitais.

Ou seja, o cloreto de magnésio está diretamente relacionado à saúde celular, sendo importante, inclusive no processo natural de envelhecimento saudável. Além disso, a deficiência desse sal interfere diretamente na saúde cerebral, dos ossos, do coração, dos músculos e dos nervos.

Além disso, a substância é também super responsável pela desintoxicação celular, execrando toxinas e energias que ficam estagnadas pelos tecidos do corpo.

No estômago, quando o cloreto de magnésio se combina com o hidrogênio, ajuda a aumentar a produção de ácido clorídrico. Essa enzima digestiva é, por sua vez, a que proporciona a absorção de outras.

Quando a suplementação com cloreto de magnésio é indicada

Em média, o ser humano precisa de 200 g de cloreto de magnésio por dia para desempenhar todas essas funções. O problema é que, justamente por isso, ele também é rapidamente execrado pelo corpo.

Muitas pessoas conseguem essa quantidade naturalmente através da alimentação, mas para muitas isso não é possível. Acontece que várias situações podem interferir na absorção do cloreto de magnésio ou na sua retenção no organismo.

Entre elas estão remédios para hipertensão e tratamentos com diuréticos, alcoolismo, diabetes mal controlada, problemas de absorção intestinal, diarreia grave, vômitos frequentes, dieta deficiente etc.

Como incluir mais magnésio na alimentação diária

De uma forma geral, a alimentação muito bem balanceada é capaz de suprir as necessidades do organismo. Alimentos como feijão, nozes, grãos integrais e espinafre são ricos em magnésio. No entanto, não é qualquer forma de magnésio que é bem absorvida pelo organismo.

O óxido de magnésio, por exemplo, pode ser facilmente encontrado no mercado, mas tem baixa absorção. Por isso o cloreto de magnésio é considerado a melhor forma de reposição do mineral.

De acordo com a própria Food and Drug Administration (FDA), a agência federal do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos, o cloreto de magnésio é uma suplementação nutricional totalmente saudável e segura.

Benefícios do cloreto de magnésio para o organismo

Com uma atuação tão grande e funções vitais para o nosso corpo, o cloreto de magnésio só pode trazer grandes benefícios quando devidamente reposto em sua quantidade diária. Veja os principais deles:

  • Reduz cólicas menstruais e TPM – O mineral estimula a regulação hormonal no período, controlando as contrações do útero que causam as cólicas menstruais. Ao mesmo tempo, também ajuda a reduzir s sintomas da TPM;
  • Auxilia o tratamento da diabetes – O cloreto de magnésio ajuda a metabolizar o açúcar e à produção de insulina. Aliás, esse hormônio é o responsável também por reduzir a produção de glicose pelo fígado;
  • Melhora a saúde do coração – O cloreto de magnésio colabora para manter a frequência cardíaca regulada, a pressão arterial equilibrada e o controle do colesterol;
  • Reduz crises de asma – A substância ajuda a dilatar as estruturas pulmonares. Dessa forma, os brônquios se mantêm mais abertos, facilitando a respiração;
  • Reduz a enxaqueca – O mineral relaxa os vasos sanguíneos a fim de reduzir o latejar comum à enxaqueca.

Além disso:

  • Previne lesões musculares, ajudando em problemas como contração muscular, câimbras e fadiga;
  • Combate os radicais livres, prevenindo o envelhecimento precoce;
  • Auxilia no tratamento da depressão e ansiedade;
  • Ajuda a prevenir a formação de cálculos renais;
  • Combate e previne problemas de próstata;
  • Melhora as funções hepáticas em geral;
  • Ajuda a regular a temperatura corporal;
  • Ajuda a equilibrar o pH do organismo;
  • Fortalece o sistema imunológico;
  • Auxilia na purificação do sangue;
  • Previne a osteoporose.

Portanto, com base nessas informações você pode incluir o cloreto de magnésio na sua rotina alimentar, contribuindo para uma vida mais saudável e prevenindo doenças futuras.

Quer saber mais sobre substâncias benéficas para o organismo? Continue acompanhando nossos posts e descubra como ter uma vida mais saudável!

Deixe um comentário

Your email address will not be published.