skip to Main Content
Como Ter Uma Alimentação Saudável Na Gravidez?

Como ter uma alimentação saudável na gravidez?

A alimentação saudável na gravidez é uma das etapas mais importantes da gestação. É ela que vai garantir que o bebê se desenvolva da forma correta enquanto ainda está na barriga.

Afinal, é a época em que toda a sua estrutura física e mental está sendo formada e fará toda a diferença para o seu desenvolvimento após o nascimento. Por isso, garantir a ingestão correta de nutrientes é tão importante durante toda a gravidez.

Mas você sabe exatamente quais são os mais importantes e qual o efeito que eles têm no organismo da mamãe do bebê? Não esqueça que a informação é uma das maiores aliadas de uma gravidez saudável. Veja quais são essas vitaminas e nutrientes e como consegui-los!

A alimentação adequada na gravidez pode evitar diversos problemas para a mamãe e o bebê. Mas muito se engana quem pensa que a ideia é fazer uma dieta restritiva para perder peso – ou comer em excesso por que está se alimentando por dois.

Muito pelo contrário. O ideal é que essa dieta inclua todo os grupos de alimentos, com o consumo das vitaminas e ingredientes certos nos momentos adequados. No pré-natal, o acompanhamento do peso e das necessidades nutricionais da gestante é essencial para garantir um bom controle alimentar.

Veja o que é necessário em cada trimestre da gravidez

Conforme a gravidez avança, as necessidades nutricionais da gestante vão se modificando. Afinal, com o crescimento da criança, o organismo exige cada vez mais esforço para manter vitaminas, proteínas, sais minerais e demais nutrientes em dia. Veja quais são os principais deles em toda as fazes da gestação.

Primeiro trimestre

Nessa fase, o ácido fólico é o mais exigido. Também chamado de vitamina B9, ela faz parte do complexo B e é um dos nutrientes mais importantes porque previne defeitos na formação do tubo neural. Essa estrutura é a responsável por dar origem à medula espinhal e ao próprio cérebro.

Apesar de estar presente em vários alimentos – como leguminosas, beterraba, cereais integrais e flocos de milho e de aveia – na maioria das vezes só a alimentação não é capaz de suprir a necessidade de ácido fólico durante a gravidez.

O ácido fólico é tão importante que muitos médicos indicam o uso do suplemento para mulheres que desejam engravidar pelo menos 3 meses antes da concepção e que de continuidade durante todo o primeiro trimestre.

Segundo trimestre

Ferro – Essencial para a produção de hemoglobina. Como ela é uma proteína responsável pelo transporte de oxigênio pelo sangue, ajuda a manter as células bem nutridas, favorecendo sua formação. Além disso, também evita anemia, que, na gestação, pode acometer tanto a mãe quanto o bebê.

O ferro também é encontrado em alimentos como feijão, fígado, soja e hortaliças de cor verde escura. No entanto, também na maioria dos casos é preciso fazer uma suplementação.

Magnésio – Esse mineral favorece a formação e o crescimento de todos os tecidos do corpo. Ele também reduz o risco de pré-eclâmpsia, que pode levar ao parto prematuro, sofrimento fetal e atraso no crescimento intrauterino.

Além disso ele combate o inchaço, cãibras e azia, regula os níveis de açúcar e insulina no bebê e previne as contrações uterinas antecipadas. Pode ser encontrado na banana, abacate, feijão, amêndoa, amendoim, avelã, castanha do caju e espinafre, por exemplo.

Vitamina B6 – É importante para o ganho peso e desenvolvimento do tamanho do feto, além de melhorar o sistema imune, evitar o enjoo durante abgravidez e prevenir a depressão pós-parto.

A B6 é encontrada principalmente na banana, que tem 0,7 mg da vitamina, mas o consumo diário ideal durante a gestação é de 1,9 mg e 2 mg na amamentação. Por isso, é comum o médico do pré-natal passar suplementos de B6.

Vitamina C – Presente na acerola, laranja, mamão e limão, por exemplo, a Vitamina C age na formação do colágeno, que compõe pele, ossos, cartilagem e vasos sanguíneos. Ela também atua favorecendo a absorção de ferro e fortalece o sistema imunológico.

A baixa concentração durante a gravidez pode causar pré-eclâmpsia, rompimento prematuro da bolsa e aborto espontâneo. Na gravidez, é preciso 85mg diários e 120mg na lactação. Também é comum a prescrição de suplemento de vitamina C.

Terceiro trimestre

No terceiro trimestre o principal nutriente é o cálcio, justamente por conta da formação óssea do bebê. A deficiência pode causar ossos frágeis, cáries, unhas quebradiças e cãibras.

Além disso, o cálcio ajuda a estabilizar a pressão sanguínea, as contrações musculares e os batimentos cardíacos, além de auxiliar na produção de leite após o parto.

O cálcio pode ser encontrado na couve, salmão, leite e seus derivados e no pão de centeio integral.

Agora que você já conhece as vitaminas e nutrientes ee suplementos mais importantes durante a gravidez, fica mais fácil manter uma dieta equilibrada e saudável para a gestante e o bebê.

Quer ficar por dentro de mais conteúdos como esse? Continue acompanhando nossos posts e compartilhe conosco suas sugestões nos comentários!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top
WhatsApp chat